Entenda a importância do Dow Jones Sustainability Index para a comunidade corporativa

Por que empresas foram reconhecidas por um dos mais importantes índices de sustentabilidade do mundo?

Por Ricardo Voltolini, diretor de sustentabilidade da ABRH-Brasil

Durante o mês de setembro, foram anunciadas empresas que constam no índice do Dow Jones Sustainability, um indicador global de performance financeira indexado à bolsa de Nova York. A lista contém corporações líderes em sustentabilidade, reconhecidas pelo mercado financeiro como as companhias mais capazes de gerar valor a longo prazo a seus acionistas.

De acordo com o indicador, as empresas possuem uma gestão de risco associada aos fatores econômicos, ambientais e sociais, ou seja, que integra os valores dos três pilares da sustentabilidade. Mas qual a importância de uma empresa ser incluída nessa lista e por que o assunto tem repercutido tanto?

Cada vez mais, os investidores e acionistas têm dado atenção às questões da sustentabilidade. É crescente a preocupação de todos os stakeholders por um mundo mais sustentável, e isso se reflete na tomada de decisões e no modo de fazer negócios. Os consumidores têm exigido das empresas ações mais responsáveis com o planeta e a sociedade, e os investidores estão atentos a essa demanda.

Manifesto dos investidores por empresas sustentáveis

Recentemente, 230 investidores influentes assinaram um manifesto público solicitando urgentes ações corporativas contra o desmatamento e as queimadas na Amazônia.

Esse fato ocorreu um mês depois de 181 CEOs de empresas americanas com atuação global se comprometerem com uma declaração de responsabilidade corporativa. Entre eles, está Larry Fink, CEO da Blackrock, maior gestora de recursos do mundo.

Larry Fink estampou os jornais do mundo todo ao enviar, no início de 2018, uma carta aos CEOs das empresas que recebem investimentos da Blackrock. No comunicado, Fink explica, de forma clara, que as empresas sem propósito e que não cumprirem suas obrigações para com todos os stakeholders ficarão para trás, pois a Blackrock está atenta aos impactos que suas ações têm sobre o planeta.

“Para prosperar, cada companhia terá que entregar não apenas performance financeira, mas também mostrar como faz uma contribuição positiva para a sociedade”, afirmou Larry Fink.

Além do Dow Jones Sustainability, de repercussão mundial, há outros reconhecimentos às empresas líderes em sustentabilidade, como o Global Compact LEAD, promovido pelo Pacto Global da ONU, o ranking Global 100, realizado pela companhia canadense de mídia e pesquisa Corporate Knights, e, no Brasil, o Guia Exame de Sustentabilidade, que lista quais empresas brasileiras mais avançam na aplicação das metas globais de desenvolvimento sustentável.

Um novo jeito de fazer negócios

Após o posicionamento dos investidores a favor dos valores da sustentabilidade, empresas reconhecidas no tema lideram no novo mercado global. Por isso, o Dow Jones torna-se totalmente relevante, afinal, empresas que se destacam em sustentabilidade tornam-se mais atrativas para se investir.

A performance financeira das companhias contempladas no índice está totalmente associada ao cumprimento de requisitos em sustentabilidade. Sua gestão incorpora, em todas as áreas e departamentos da empresa, um novo mindset, que considera aspectos econômicos, sociais e ambientais.

Em artigo publicado há mais de 10 anos, afirmo que, entre as empresas líderes mundiais, a pergunta ‘por que se deve incorporar a sustentabilidade nas estratégias de negócio’ parece já ter ficado na página anterior. Os desafios agora giram em torno de como, quando e com que intensidade se deve aproveitar as oportunidades geradas pela crescente valorização das preocupações socioambientais nos mercados.

Ou seja, a sustentabilidade define um novo modo de pensar e fazer negócios, transformando a cultura organizacional e influenciando a tomada de decisões.

Como ser uma empresa reconhecida em sustentabilidade?

O que todas as empresas reconhecidas pelo Dow Jones Sustainability têm em comum? A consultoria Ideia Sustentável listou alguns tópicos – que defende há anos – essenciais para que uma corporação se torne uma empresa reconhecida em sustentabilidade, com seus valores inseridos de forma genuína no modelo de negócio.

  • Colocar a sustentabilidade no Planejamento Estratégico: a sustentabilidade não deve ser compreendida apenas como a realização de ações pontuais. Ela deve fazer parte da estratégia do negócio.
  • Envolver as lideranças: a presença de um líder pessoalmente comprometido e engajado com os valores da sustentabilidade pode acelerar o processo de inserção da sustentabilidade na cultura e no planejamento da empresa. A liderança envolvida também se torna uma multiplicadora dos valores da sustentabilidade.
  • Engajar os stakeholders: é necessário que todo o público envolvido com o negócio esteja engajado com a política de sustentabilidade da empresa, desde os funcionários e colaboradores até os acionistas, clientes, fornecedores e a comunidade onde a companhia atua. Ao ouvir e envolver os stakeholders, a empresa consegue identificar e responder melhor aos desafios e oportunidades de sustentabilidade, além de mapear ideias e práticas com potencial de diferenciação e de inovação.
  • Definir diretrizes, objetivos, metas e indicadores: a companhia precisa ter objetivos e metas claras, além de contar com uma política de sustentabilidade que oriente a tomada de decisão e indicadores que demonstrem a evolução da empresa no tema.

A importância do RH

Considerando os tópicos acima e entendendo a sustentabilidade como um novo jeito de se pensar e fazer negócios, com ética, transparência, responsabilidade, respeito ao outro, cuidado com o meio ambiente e geração de valor compartilhado para todos os stakeholders, o profissional de Recursos Humanos tem papel fundamental em sua implementação na empresa.

Um RH engajado ajuda na solução de desafios importantes em sustentabilidade empresarial, como o de inserir o conceito e seus temas na estratégia da corporação, influenciando missão, visão e valores. Além disso, tem o poder de engajar, treinar e educar as lideranças e colaboradores para adotarem a sustentabilidade em cada uma de suas ações e compreenderem, por exemplo, como isso afeta na reputação da empresa para com o mercado, clientes, investidores e acionistas.

O RH pode levar a sustentabilidade para a cultura corporativa e para o modelo de negócio, argumentando em favor dos seguintes benefícios:

  • Redução de riscos operacionais;
  • Diminuição de custos de financiamento;
  • Ganhos de eficiência;
  • Atração e manutenção de talentos;
  • Melhoria do nível de satisfação dos stakeholders;
  • Criação de valor reputacional;
  • Aumento do valor econômico do negócio.

Sobre a Ideia Sustentável

A Ideia Sustentável possui mais de 20 anos de atuação em sustentabilidade, e já atendeu mais de 350 organizações. Com base em metodologia própria, apoia empresas na inserção da sustentabilidade na estratégia, na gestão e na cultura organizacional. A consultoria também orienta seus clientes a definir diretrizes para Investimento Social Privado e no posicionamento de institutos e fundações. Além disso, a Ideia Sustentável desenvolve e aplica treinamentos e soluções educacionais customizados para a formação de líderes e equipes mais sustentáveis e baseados em produção de conhecimento autoral. Já na área de conteúdo, produz conhecimento em sustentabilidade aplicável à realidade do negócio para apoiar organizações na identificação de tendências, pressões, riscos e oportunidades.